A Medicina Ortomolecular feita da maneira certa!

sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

12 motivos para consumir quinoa


A quinoa virou item indispensável na alimentação de quem preza pela saúde e pela boa forma. Nos mercados ela pode ser encontrada em pó, como a aveia, ou em grãos. Nas duas versões, seus nutrientes são conservados. O consumo pode ser diário, desde, é claro, que não seja em quantidades exageradas. Duas colheres de sopa são suficientes para garantir benefícios sem exceder nas calorias.

Se você ainda não é um consumidor da quinoa, veja 12 razões para começar:

  1. Diferente da maioria dos grãos, que não têm um ou mais aminoácidos essenciais, a quinoa é uma proteína completa e possui todos os aminoácidos que o corpo precisa para funcionar corretamente.
  2. A quinoa é rica em nutrientes, incluindo manganês, ferro, magnésio, vitaminas do complexo B e fibras.
  3. Estudos comprovaram que a quinoa é excelente para quem sofre de enxaqueca, devido ao seu conteúdo de magnésio – que ajuda a relaxar os músculos – e riboflavina – que ajuda a reduzir a frequência das crises e melhora o metabolismo energético no cérebro e nas células musculares.
  4. Assim como alguns outros grãos, a quinoa diminui o risco de doenças cardíacas e ajuda na prevenção de arritmias.
  5. A quinoa contém um importante oxidante que ajuda a proteger os centros de energia das células dos danos causados pelos radicais livres.
  6. É uma alternativa mais saudável que o arroz branco e de preparo muito mais rápido que os grãos mais inteiros. Ela cozinha em menos de 20 minutos.
  7. Versátil, a quinoa pode ser um item no café da manhã, se cozida com leite de coco ou amêndoa. Nas refeições, pode ser consumida com vegetais cozidos. Ou, ainda, como salada, temperada com orégano e suco de limão.
  8. Para quem sofre de doença celíaca ou distúrbios autoimunes, a quinoa é excelente, pois é livre de glúten.
  9. É uma ótima fonte de aminoácido triptofano, que contribui com a produção de melatonina e ajuda a melhorar a qualidade do sono.
  10. A quinoa é rica em licita, que ajuda na reparação de tecidos, cicatrização de feridas e no crescimento.
  11. Rica em fibras, ajuda a proteger contra pedras na vesícula.
  12. Pode ajudar a reduzir o risco de diabetes tipo 2, devido ao magnésio, que ativa mais de 500 enzimas no corpo, incluindo as envolvidas na secreção de insulina.

Fonte: Dicas de Mulher


quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Alimentos que ajudam na saciedade


Os alimentos que promovem a saciedade devem fazer parte do cardápio de quem quer emagrecer, reduzindo a vontade de comer guloseimas e as chances de exagerar nas porções ao sentar à mesa. Os ricos em fibras, que demoram mais a serem digeridos, proteínas e gordura (boa) aumentam a sensação de saciedade.

Procure ingerir vegetais e legumes, que mantêm uma boa atividade do metabolismo, além de garantir a boa imunidade e reduzir o colesterol ruim, e frutas para os lanches, que são nutritivos e não engordam como outros quitutes. As frutas são ótimas para manter uma boa hidratação, ricas em fibras, antioxidantes como a vitamina C, antocianinas e outros nutrientes importantes. Para fontes de proteína, opte pelo filé de frango ou frango sem pele, peixe e ovo, tomando cuidado com o preparo, sem gordura ou empanados.

As proteínas vegetais também são aliadas, e podem ser encontradas no feijão, grão de bico, lentilha, ervilha e soja. As oleaginosas também devem ter espaço no seu dia a dia, já que seguram a fome e são perfeitas para levar ao trabalho. Elas são fontes de gorduras polinsaturadas, que ajudam a diminuir o colesterol ruim, e exemplos são as castanhas do pará, de caju, amêndoas e nozes.

Já para você não atacar a geladeira, fuja dos alimentos refinados – como o arroz branco e preparados com farinhas brancas – que têm digestão mais rápida, com alto índice glicêmico, e aumentam a fome. Os industrializados também entram nessa lista, fazendo com que você sinta fome mais cedo.


Fonte: Daquidali

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Alexandre Nero visita o meu consultório!

A procura pela boa forma e pela alimentação inteligente, que alia qualidade de vida e saúde, sem tirar o seu bom humor, continua!

Quem deu mais um pulo aqui na minha clínica, no Recreio dos Bandeirantes, foi o  ator Alexandre Nero, amigo e paciente de longa data. Ele, que está em cartaz nos cinemas com o filme “Muita Calma Nessa Hora 2”, continua seu tratamento molecular para estar sempre em forma, nas telinhas e na tela grande!


Se você também está atrás de uma reeducação alimentar e do tão sonhado corpo perfeito, entre em contato e marque a sua consulta!


Os telefones são: 21-2490-3777 / 2490-0293.

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Quanto mais picante melhor: turbine sua dieta com pimenta


A pimenta é comprovadamente eficaz para prevenir dores de cabeça, má digestão, colesterol alto e doenças circulatórias. A novidade é que o condimento também é um ótimo aliado na sua dieta, pois ajuda a emagrecer.

Cientistas de universidades do Canadá e Holanda estudaram os efeitos da pimenta no organismo. Eles descobriram que a pimenta ajuda a queimar a gordura do organismo, porque é rica em capsaicina, uma substância termogênica que dá a sensação de ardência. Logo, quanto mais ardida a pimenta for, mais capsaicina ela possui, e maior será o efeito de queima de gordura.

A capsaicina age no organismo fazendo com que o aparelho digestivo trabalhe mais para absorver os nutrientes dos alimentos. Para isso o organismo acaba gastando os depósitos de gordura, além de aumentar a temperatura corporal que resulta e maior queima de calorias.

Em uma pesquisa em que foi servida uma entrada apimentada durante uma refeição, os voluntários acabaram gastando 200 calorias a mais para digerir a comida, comprovando assim a eficácia da substância termogênica. Além disso, a pimenta também reduz a formação de gases e melhora a produção do suco gástrico. Só está contra indicada para pessoas que sofrem de gastrite ou úlcera.

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Comida de praia: prefira o milho cozido ao queijo coalho


Após passar horas na praia, a fome bate e logo vem a dúvida: correr atrás do moço que vende queijo coalho ou ir até a barraca de milho cozido? Pensando exclusivamente em saúde, o ideal é optar pela espiga. Além de apresentar melhor valor nutricional, o milho é menos calórico e tem fibras, que favorecem o funcionamento do intestino. Só não vale lambuzá-lo com manteiga, já que isso leva a quantidade de calorias do alimento lá pra cima. Outro item que deve ser usado de forma comedida é o sal, associado ao aumento da pressão nas artérias. Agora, se o desejo por queijo coalho falar mais alto, é bom você saber que, apesar de concentrar teores significativos de proteínas e cálcio, ele é cheio de gordura. Sem falar no risco de contaminação por bactérias, que é maior pelo fato de o petisco ficar em condições inadequadas de refrigeração. Nesse caso, podem ocorrer disenteria e febre.

Veja a comparação nutricional de uma espiga de milho com um espeto de queijo.

1. Energia
Milho cozido - 85 cal
Queijo coalho - 170 cal
 
2. Cálcio
Queijo coalho - 192 mg
Milho cozido - 2 mg
 
3. Proteínas
Queijo coalho - 11 g
Milho cozido - 3 g
 
4. Gorduras totais
Milho cozido - 1 g
Queijo coalho - 13,8 g
 
5. Fibras
Milho cozido - 2,3 g
Queijo coalho - 0 g
 
6. Sódio
Milho cozido - 13 mg
Queijo coalho - 435 mg
 
Placar
Milho cozido 4 x Queijo coalho 2


Fonte: Revista Saúde

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Perca peso, fortaleça a imunidade e regule o intestino com gérmen de trigo


O gérmen do trigo é a menor parte do grão. Mas não é por ser pequeno que deve ser desprezado, já que ele é também a parte mais nobre do trigo. Altamente nutritivo, o gérmen de trigo oferece mais proteína para o organismo do que a carne e é o alimento mais indicado para quem consome álcool em excesso ou ainda sofre com colesterol alto.

O gérmen de trigo é tão rico em nutrientes e vitaminas que deveria ser consumido diariamente como ingrediente indispensável para a boa saúde. Para quem precisa perder peso, o gérmen de trigo auxilia na absorção e eliminação de gorduras e, por ser muito rico, confere grande sensação de saciedade.

O grãozinho tem cor marrom ou dourada e é comumente encontrado na versão torrada ou em óleo. O óleo é extraído a frio para manter as propriedades naturais e por isso tende a custar um pouco mais caro. Mas, ainda assim, não é nada se comparado aos inúmeros benefícios que oferece. É uma das principais fontes naturais de vitamina E e do complexo B, fundamental para o bom desenvolvimento dos tecidos conjuntivos e muscular e essencial para toda a saúde dos tecidos epiteliais.

As mulheres têm ainda mais motivos para incluir esse poderoso ingrediente à dieta. Consumir o gérmen de trigo regularmente ajuda a regularizar os ciclos menstruais, porque seus nutrientes atuam diretamente nas glândulas sexuais, interferindo positivamente na produção de hormônios e na fertilidade.

Confira 10 razões para o gérmen de trigo nunca mais sair da sua mesa:

  1. Poderoso antioxidante, auxilia na hidratação das células do corpo
2. Essencial para manter a pele saudável
3. Melhora a digestão e o funcionamento dos intestinos
4. Ajuda a reduzir as toxinas do corpo
5. Boa fonte de ômega 3, o que ajuda a controlar os níveis de colesterol
6. Ajuda na prevenção de câncer intestinal
7. Combate o envelhecimento precoce8. Fortalece o sistema imunológico
9. Ajuda a manter saudável todo o sistema cardiovascular
10. Ajuda a reduzir a quantidade de açúcar no sangue

Por ter um gosto um pouco amargo, recomenda-se utilizar o ingrediente combinado com outros alimentos, como por exemplo:

  • batido junto com sucos de frutas;
  • misturado no iogurte;
  • no preparo de pães;
  • bolos e bolachas caseiros. 
O óleo de gérmen de trigo pode ser utilizado para temperar saladas ou para finalizar refogados.



Fonte: Bolsa de Mulher